Coworking – vale a pena apostar em um escritório compartilhado?

Coworking – vale a pena apostar em um escritório compartilhado?

Por Lilian Brandão:

Apresentado como uma alternativa aos ambientes tradicionais de escritórios como as conhecidas salas comerciais, os ambientes colaborativos de trabalho – Coworking – estão ganhando cada vez mais espaço entre aqueles que buscam o melhor local de trabalho para sua equipe com foco no custo-benefício.

O coworking (“co-trabalho”) é um modelo de trabalho que se baseia no compartilhamento de espaço e recursos de escritório, reúne pessoas que não necessariamente trabalham para a mesma empresa ou na mesma área de atuação, abrangendo profissionais liberais, empreendedores e usuários independentes.

Neste modelo, toda a estrutura é oferecida pela empresa de coworking, desde as mesas, cadeiras, salas de reunião, computadores, impressoras, internet e linhas telefônicas até recepção, espaços de descanso, alimentação e convívio, a um “preço único”, como um aluguel, pago periodicamente pelos usuários.

Uma das grandes vantagens do coworking é poder ter seu espaço empresarial em uma localização estratégica, mais próxima de clientes e parceiros, a um menor preço, já que as despesas são divididas entre todos os usuários.

Além disso, a interação entre empresas e profissionais é outro benefício que os escritórios compartilhados oferecem, ampliando a rede de contato de seus usuários.

Não obstante, um espaço de coworking significa menor privacidade aos profissionais e muitas vezes a empresa se vê impossibilitada de imprimir a identidade de sua marca no local, já que se trata de um espaço compartilhado, com menor liberdade do que os espaços próprios ou os individualmente alugados.

O contrato de coworking deve abranger e especificar todos os serviços disponibilizados, o período e o preço pela sua utilização, além de elencar as obrigações de cada uma das partes, de modo a minimizar incertezas, expectativas frustradas e conflitos entre os contratantes.

Desta forma, ao considerar utilizar-se de um espaço de coworking para seu negócio, mais do que procurar pelo local ideal, com toda a infraestrutura esperada a um preço justo, é de extrema importância compreender e estar de acordo com todos os termos do contrato, que muitas vezes é o chamado “contrato de adesão”, em que não há a possibilidade de alteração de suas cláusulas, mas que ainda assim deve ter a plena anuência do contratante.



WhatsApp Estamos online no WhatsApp!
Share via